Como Tratar A Gordura No Fígado? Quais As Causas e os Tipos?

Como Tratar A Gordura No Fígado? Quais As Causas e os Tipos?

Como Tratar A Gordura No Fígado?  Quais As Causas e os Tipos?
Ebook Jejum Intermitente

Como Tratar A Gordura No Fígado? Quais As Causas e os Tipos?

Afinal, Como Tratar A Gordura No Fígado? Quais As Causas e os Tipos?

Muito provavelmente, você que está me assistindo, deve conhecer alguém que já teve ou está tendo problemas com gordura no fígado a chamada Esteatose Hepática.

Eu mesmo, esse cidadão que vos fala, já tive esse tipo de doença há cerca de um ano e meio atrás e vou te contar ainda nesse vídeo como me livrei da doença, fica ligado ou ligada aí.

Antes disso vamos discorrer mais sobre essa doença, que atinge cerca de 20 a 40 % da população em geral.  Nos obesos esse índice tende a aumentar.

O Que é a Esteatose Hepática?

Esteatose Hepática, ou popularmente conhecida como gordura no fígado é o acumulo de gordura no fígado os chamados triglicérides.

Fígado sadio a esquerda e com gordura a direita.

Vale ressaltar que um fígado também é composto ácidos graxos e colesterol, a chamada gordura boa do fígado.

No entanto esse índice não pode ultrapassar os 5%, a partir disso já é considerado uma Esteatose Hepática.

No entanto, caso ocorra com você, te trago uma boa notícia. Uma simples mudança no estilo de vida pode resolver o problema.

Tipos de Esteatose Hepática

Há dois tipos de Esteatose Hepática, a alcoólica e a não alcoólica.

Esteatose Hepática Alcoólica

O nome já diz tudo esse tipo de gordura no fígado acumulado é causado pelo consumo excessivo de álcool.

Alcoólatras são mais propensos a desenvolver essa doença crônica. No entanto mesmo pra quem bebe em menor escala, digamos “socialmente”, não está livre de ter esse tipo de doença.

O fígado é capaz de metabolizar as moléculas de álcool e expulsar essa substância de nosso organismo.

Entretanto, quando ingerido em grande quantidade ou em um pequeno espaço de tempo. Existe a possibilidade e tendência de causar toxidade para as células hepáticas.

Esteatose Hepática Não Alcoólica

A má alimentação é a maior responsável por esse tipo de esteatose que geralmente causam o sobrepeso e a obesidade.

Uma pessoa obesa ou com sobrepeso, tem uma maior tendência de desenvolver a esteatose hepática não alcoólica.

Fatores de Risco

Por produzir o hormônio feminino estrógeno, as mulheres correm um risco um pouco maior de contrair a esteatose hepática.

O consumo excessivo de álcool, a tendência a diabetes, obesidade e colesterol alto também são riscos que podem a acometer a esteatose.

Além desses outros fatores de risco são:

  • Uso de esteroides anabolizantes;
  • Síndrome do ovário policístico;
  • Hipotireoidismo;
  • Hipogonadismo;
  • Hepatite crônica pelo vírus C;
  • Síndrome metabólica;
  • Lipodistrofia.

Sintomas

Por ser uma doença silenciosa, a Esteatose Hepática geralmente não apresenta sintomas, geralmente é descoberta em exames de rotina, usados para outros fins.

Alguns pacientes reclamam de desconforto ou fadiga no lado superior direito do abdômen, como foi o meu caso que já já te conto como foi.

Antes disso deixe seu like e se inscreva em nosso canal, para continuarmos trazendo conteúdos como esse de hoje pra você.

Quando não tratada a tempo a esteatose hepática pode evoluir para uma inflamação no fígado chamada de esteato hepatite.

Esse quadro, quando não tratado, pode evoluir para a cirrose hepática.

Diagnóstico

O diagnóstico vem de um exame de ultrassonografia e o grau de esteatose pode variar de grau 1 como leve a quantidade de gordura acumulada no fígado.

Grau 2 como moderado, e grau 3 como acumulo de gordura excessivo no fígado.

No entanto, uma pessoa pode ter um grau 3 de esteatose, e não ter o fígado inflamado. Nesse caso o risco de evolução para uma cirrose hepática, são reduzidos.

Meu Exemplo

Como falei, no meu caso específico, há um ano e meio atrás, fui diagnosticado com Esteatose hepática grau 3.

Senti uma fadiga e incômodo no meu abdômen do lado direito como falei.

O médico recomendou um exame de ultrassonografia onde mostrou que meu fígado estava inflamado e não estava conseguindo reter os líquidos, os expulsando para o interior do abdômen a chamada “barriga d’água.

Nosso fígado tem capacidade de regenerar-se, como mostra um estudo do Dry January, evento que ocorre no Reino Unido e EUA.

Na tradução literal, janeiro seco. Onde várias pessoas que ingerem bebidas alcoólicas de maneira moderada.  Elas ficam 30 dias sem beber álcool com o propósito de serem realizados testes e pesquisas.

Pesquisa Inglesa

No estudo do ano de 2015 foram feitos testes em pessoas com gordura no fígado, sem mudar os hábitos alimentares e estilo de vida, apenas ficaram um mês sem ingerir álcool.

Segundo o site Hepato.com, os cientistas concluíram que as pessoas que ficaram sem beber álcool nos 30 dias de Janeiro de 2015.

Obtiveram uma redução na gordura do fígado. A análise foi feita pela Elastografia Hepática que mede a rigidez do fígado.

Esse estudo mostrou que nosso fígado é capaz de regenerar-se. 

Voltando a meu caso específico, tomei a medicação prescrita pelo médico e fiquei não 30 dias como mostra a pesqui, mas sim 6 meses.

Fiz o exame novamente de ultrassom, após esse período que mostrou que meu fígado se regenerou e diminuiu substancialmente a gordura do mesmo e acabou com a inflamação.

Antes do diagnóstico dessa doença, eu bebia cerveja, praticamente todos os dias.

Voltei a beber após os 6 meses. No entanto, de maneira mais moderada, apenas nos finais de semana.

Tratamento

No caso da Esteatose Hepática Alcoólica, se você que está assistindo ao vídeo, você bebe todo dia?

Um conselho que te dou é para beber mais socialmente, de maneira moderada.  Pois de uma hora pra outra, o seu fígado vai acusar o golpe.

Aconteceu comigo e com vários amigos meus, mais ou menos da minha faixa etária.  E todos nós bebíamos compulsivamente.

Após o hiato da bebida, todos nós tivemos nossos fígados regenerados e hoje bebemos socialmente, de maneira moderada e segura.

Dica do Blog

E pra você que tem Esteatose Hepática não alcoólica, o que te recomendo, é mudar o seu estilo de vida, mudar sua dieta, emagrecer, sair do sedentarismo.

Clique aqui ou na imagem abaixo e conheça um produto que faz você perder peso com saúde, o Lift Detox Caps, com ele você emagrece de forma saudável, apenas tomando algumas cápsulas por dia.

Lift Detox Caps

Gostou do conteúdo? Compartilhe esse artigo, ajude seus amigos a entenderem o que é gordura no fígado, e deixe seu comentário dizendo o que achou da matéria.

Se desejar assistir essa matéria em vídeo, basta clicar no player abaixo:

Vídeo dessa Matéria

Fontes de Pesquisa: Hc Imagem, Vida Natural.org, Hepato.com e Tua Saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Me Chame